Que Papel o Pai da Noiva Desempenha no Casamento

Que Papel o Pai da Noiva Desempenha no Casamento

O pai da noiva desempenha um papel muito importante no casamento, mas, na maioria das vezes fica perdido. Então, veja só essas dicas muito úteis:

Muitos casamentos realizavam o cortejo, ou seja, a entrada do noivo, dos pais, dos padrinhos e madrinhas, pajem e dama de honra e por fim a noiva com seu pai. Atualmente, isso é reservado para matrimônios com muita pompa. O modo clássico é a noiva entrar na igreja acompanhada pelo pai, ao seu lado direito.

Esta ordem pode ser invertida, caso a cauda do vestido seja muito extensa, evitando que o pai dê uma volta muito grande quando se dirigir para o lado esquerdo no altar, lugar reservado para os pais, madrinhas e padrinhos da noiva. Se o véu cobrir a face da noiva, é o pai quem retira a peça, antes de fazer a entrega simbólica ao noivo.

A regra é clara. Tanto o pai, quantos os padrinhos devem seguir o estilo do noivo. O mais elegante é o terno, composto de paletó, colete e calça. Esta combinação é clássica e versátil, já que todos vão poder usá-la em outras ocasiões. Para casamentos diurnos, opte por tons claros, como o cinza ou bege.

Para a noite, pretos risca-de-giz, azul marinho e cinza chumbo são os mais recomendados. O importante é combinar com o noivo se todos vão usar o mesmo tom ou não. O uso do “smoking”, muito comum nos Estados Unidos, tem ganhado adeptos no Brasil e é indicado para os casamentos formais.

Suas características principais são a lapela feita de seda, a camisa trabalhada na parte da frente com pregas, a gravata borboleta e a faixa de seda, que fica sobre a calça quando não se usa o colete. Independente da escolha, ninguém deve se destacar mais do que o noivo, nem o pai da noiva.

Se o casal escolher que no altar todos os homens estarão com o mesmo tom do terno, a gravata pode ser o diferencial. Para a cerimônia diurna, as gravatas de duas cores e sem brilho são ótimas opções. Os modelos lisos e com o brilho da seda ou cetim, nas cores prata, vermelho e lilás representam boas escolhas para depois das 18h.

Para o pai que vai acompanhar sua filha, a clássica camisa branca é a opção certa. Nos pés, escolha sapatos pretos de amarrar, muito bem engraxados, já que combinam com a maioria das cores de ternos. Em caso de falecimento ou brigas irreconciliáveis, a noiva pode entrar com o avô, padrinho de batismo, irmão mais velho ou um homem muito próximo da família, como um tio, por exemplo.

Se os pais estão separados, no altar prevalecem os laços consanguíneos, ou seja, mesmo que os pais casem novamente, somente o pai e a mãe ficam no altar. Se por algum motivo isso criar alguma saia justa, convide os atuais cônjuges para padrinhos.

É isso então… Bom casamento…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.