Muitas pessoas, por falta de grana, ou mesmo por realizar um sonho, acabam optando por fazer a festa de casamento em casa. Bom, pra que tudo saia as mil maravilhas, temos pequenas dicas, muito eficientes, que vão deixar você e os convidados muito satisfeitos, confira:

- Organizar seu casamento em casa traz consigo uma vantagem gigante – poupança de dinheiro. Uma grande fatia do orçamento vai, normalmente, para o aluguer do espaço onde vai decorrer a recepção aos convidados e a festa. Se não gastar essa quantia poderá sempre reencaminhá-la para o vestido ou para a lua-de-mel, por exemplo. E isso minha amiga, é excelente.

- Organize a quantidade de convidados. Se casar num apartamento não poderá convidar 100 pessoas, certo? Há que proporcionar o mínimo de conforto e, além disso, não vai querer que os seus convidados andem a tropeçar uns nos outros. Outra questão tem a ver com o facto de os convidados irem estar de pé ou sentados. Se vai oferecer um jantar ou um almoço pense no tipo de comida. Se servir pratos de faca e garfo lembre-se que as pessoas não vão conseguir comer de pé. Isso é uma regra importantíssima!


- Se o número de convidados for pequeno, por que não prepara uma comidinha caseira? A ideia parece-nos boa. Mas se a lista for razoável o melhor será mesmo contratar uma empresa especializada. Veja só onde vai colocar a comida e deixe o resto nas mãos de profissionais.

- Crie espaços amplos e fluidos dentro de casa. Se houver muitos objetos e “bibelots” espalhados pela casa retire-os, pelo menos neste dia. Os seus convidados vão estar mais à vontade e não há risco de se partir peças de decoração. Opte por pormenores simples – umas flores, umas velas e pouco mais.

- Arranje um espaço, nem que seja um cantinho, para as crianças. Nada melhor do que conseguir entretê-las num espaço limitado. Faça o mesmo para os convidados que queiram dar um pezinho de dança.

- Se a sua casa possuir um jardim ou um terraço use e abuse dele! Coloque umas mesas, cadeiras e uns puffs e crie um espaço descontraído e acolhedor.

- Atenção: avise os seus vizinhos que vai decorrer ali uma festa e que é possível que haja um pouco mais de barulho do que o habitual. Não custa nada ser educado e cordial.

E viva o casamento caseiro…