É verdade que o casamento é uma ocasião muito íntima e pessoal, em que deve prevalecer, acima de modismos e imposições, a vontade dos noivos. Também é necessário acrescentar aos desejos mais urgentes e inusitados, uma boa dose de bom senso e, por que não, algumas dicas sobre o que recomenda a tradição na hora de escolher o traje do noivo:

– Antes de escolher seu terno (paletó, calça e colete) ou costume (paletó e calça, sem colete) é importante verificar o horário e o local do casamento. De uma maneira geral, cerimônias realizadas de manhã pedem costumes claros, como beges e cinzas claros. Evite cores como azul claro, amarelo, e outros tons pastéis, se não quiser parecer que está se casando em Las Vegas na década de 70.

– A camisa branca é a melhor opção para quem não quer errar. A gravata de preferência fosca, sem brilhos, podendo ser lisa ou de duas cores no máximo. No caso do terno cinza, o sapato pode ser preto ou marrom escuro, e as meias no tom do sapato. No caso do terno bege, melhor usar calçados nos tons de marrons.

– Se a cerimônia for à tarde, as cores vão ficando mais escuras. Costumes cinzas ou azuis marinho são ótimas opções. Para acompanhar, o melhor é usar uma camisa branca, porque facilita as combinações com as cores do costume e da gravata. Neste caso, a gravata pode ter algum brilho do próprio tecido, como a seda, por exemplo.

– Independentemente do horário, para casamentos, opte por gravatas lisas ou por aquelas que têm duas cores. As listradas diagonais são as mais formais. Nos dois casos, sapatos de amarrar pretos ou marrons escuros são as opções para calçar.


– Depois das 18 horas, as cores são obrigatoriamente escuras. Neste caso, um terno com colete no mesmo tom é a opção elegante. Azul marinho profundo, cinza grafite, ou risca-de-giz são as escolhas sem erro. Os detalhes também são importantes: use uma camisa branca com abotoaduras, que faz a diferença. Sapatos pretos de amarrar, usados com meias pretas, são os complementos ideais.

– Uma coisa não importa se é dia ou noite. O uso da flor na lapela é livre, mas sempre bem-vindo, pois dá um toque especial ao traje. Tem até um nome pomposo: boutonniere. Os cravos brancos são clássicos, mas pode-se escolher a flor em função do buquê da noiva.

– Ela deve ser discreta e presa do lado esquerdo, na altura do orifício da lapela do paletó, por um pequeno alfinete, que é adquirido na floricultura. Importante: não se usa flor na lapela e lenço no bolso do paletó. Escolha um, ou outro.

– Caso opte somente pelo casamento civil, claro que seu traje pode ser mais informal, mas pense bem! É uma ocasião única e merece toda a sua atenção. A roupa deve combinar neste caso com a formalidade da roupa da noiva. Se ela optar por um vestido mais simples, um blazer e uma calça social podem resolver a questão. Quanto mais formal o traje dela, mais será o seu.

Agora que você já sabe o mínimo, vamos passar às opções de compra do seu costume ou terno:

– A primeira alternativa é a dos trajes prontos, que você escolhe na loja e para os quais pode pedir os ajustes, como o comprimento da manga, o tamanho da cintura e o comprimento da barra ou do blazer. O importante é não deixar nunca para a última hora, porque algumas lojas precisam de, no mínimo, uma semana para fazer o serviço.

– A segunda opção são os costumes e ternos semiprontos e sob medida. A diferença entre um e outro é que, no primeiro, você experimenta uma base existente feita com corte industrial e ajustes manuais. Podem variar o tecido, o tamanho da lapela, o comprimento geral, o comprimento da manga.

– A terceira opção são os trajes de aluguel. Geralmente são usados para roupas mais especiais como fraque e meio-fraque, por exemplo. Em geral, os noivos gostam muito da túnica e dos cortes inglês e italiano. Também gostam das linhas mais simples que as do meio-fraque, que varia conforme o gosto, de pessoa para pessoa.

Com tantas opções e possibilidades, tudo tem limite e para qualquer casamento. Casar de branco não recomendamos, porque o foco deve estar na noiva.

Assim você não faz feio e fica lindo para se casar com sua amada…