Casamento é uma ocasião linda, onde os planos dos noivos devem ser ajustados de acordo com o casamento. Casar envolve várias despesas. Há necessidade de vários serviços que se traduzem em custos. Essa é a parte menos agradável do processo. Existem vários truques para economizar, mas há custos que não conseguem ser reduzidos por serem fixos e não negociáveis.

Custos não negociáveis geralmente se relacionam com o levantamento de todos os documentos e o processo burocrático do casamento. os custos de maior flexibilidade envolvem decoração, buffet, roupas, acessórios para noivo e noiva, número de convidados, e qual o tipo de festa em si.

Uma dica, caso você disponha de um determinado orçamento é fazer uma lista, dividindo a soma pelos vários serviços e despesas que terá. Assim você tem uma ideia de quanto ou até quanto você poderá gastar na preparação da cerimônia e festa do casamento.


Se você segue o modelo tradicional de quem paga seu casamento, então convém saber quais as despesas para cada envolvido. A noiva paga seu vestido e enxoval, um presente para o noivo, seus exames pré-nupciais, as lembrancinhas, convites e as roupas das damas/pajens.

O noivo se encarrega do pagamento das alianças, da viagem de lua de mel e hotel para noite de núpcias, seus exames pré nupciais e o presente da noiva. A família do noivo providencia as taxas para o casamento, religioso e em cartório, o traje do noivo, contribui para a viagem da lua de mel.

Pela família da noiva se espera a decoração e aluguel do lugar da cerimônia e salão de festas, o Buffet, transporte dos noivos, a fotografia e filmagem, o bolo de noiva e o entretenimento musical. Naturalmente, detalhes variam de região em região e talvez as famílias queiram fazer seus próprios acordos.

Mas, o básico mesmo é assim, e dessa forma, o casal escolhe como serão divididas as despesas do casamento…